Cultura

Depois da família de Zeca Afonso ter rejeitado, SPA mantém proposta para o Panteão Nacional

A SPA afirma que a posição da família “é absolutamente respeitável e digna, mas não impeditiva da proposta”

DR  

A família de Zeca Afonso rejeitou, esta quarta-feira, a proposta da transladação dos restos mortais do músico para o Panteão Nacional. No entanto, a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) afirmou, esta quinta-feira, manter a proposta.

“A proposta de trasladação dos restos mortais de José Afonso para o Panteão Nacional mantém-se por parte da SPA, com base nos argumentos aduzidos no comunicado difundido sobre o assunto”, escreve a administração da SPA, num comunicado enviado à Lusa.

Esta quarta-feira, a família de José Afonso tinha rejeitado a proposta da SPA da transladação dos restos mortais do cantor, afirmando que este  “rejeitou em vida as condecorações oficiais que lhe haviam sido propostas” e “foi, a seu pedido, enterrado em campa rasa e sem cerimónias oficiais, em total coerência com a sua vida e pensamento”.

A SPA, no comunicado desta quinta-feira, afirma que a posição da família “é absolutamente respeitável e digna, mas não impeditiva da proposta”.