Internacional

Foi encontrado o queijo mais velho do mundo

A relíquia foi encontrada num túmulo, no Egito

DR  


Dentro de um túmulo em Sacará, no Egito, um grupo de arqueólogos descobriu o queijo mais velho do mundo. E este queijo tem mais de 3.200 anos.

Primeiro, o grupo não tinha a certeza do que estava perante eles e identificou o objeto como sendo uma "massa esbranquiçada solidificada", de acordo com o artigo publicado na revista Analytical Chemistry. Depois de realizarem alguns testes, vieram a perceber que se tratava de um queijo com 3.200 anos.

"O material analisado é provavelmente o mais antigo resíduo arqueológico sólido de queijo encontrado, até hoje", escreve um dos investigadores que pertence à Universidade de Catania, Enrico Greco. "Sabemos que foi feito, principalmente, a partir de leite de ovelha e cabra, mas para mim é realmente difícil imaginar um sabor específico", explica

Apesar de existirem vários queijos que ficam anos a maturar antes de serem vendidos e consumidos, este queijo não pode ser ingerido uma vez que foi encontrada a bactéria “brucella Melitensis” que causa brucelose, conhecida como febre mediterrânica, e que pode ser mortal.