AirHelp

Voos. Sabe quanto tempo tem reclamar indemnizações?

Três anos é o prazo legal para reclamar o seu direito a compensação por voos afetados por atrasos, cancelamentos ou impedimentos de embarque

SABIA QUE…

3 anos é o prazo legal para reclamar o seu direito a compensação por voos afetados por atrasos, cancelamentos ou impedimentos de embarque;

O seu voo foi afetado por algum imprevisto por responsabilidade da companhia aérea e você não fez o seu pedido de compensação? Pode ser que ainda vá a tempo. O prazo legal para reclamar o seu direito são 3 anos a contar da data do voo. Conheça os seus direitos relativamente aos cancelamentos de voos.

Cancelamentos de voos na EU – o que fazer

•Guarde bem o seu cartão de embarque e outros documentos de viagem;

•Pergunte por que razão o voo foi cancelado;

•Solicite um voo alternativo para o seu destino;

•Tome nota da hora de chegada ao seu destino final;

•Peça à companhia aérea que lhe pague as refeições e bebidas;

•Não assine nada, nem aceite quaisquer ofertas que possam renunciar os seus direitos;

•Peça à companhia aérea que lhe forneça um quarto de hotel;

•Guarde os recibos se tiver de gastar dinheiro extra;

•Verifique se o cancelamento do seu voo é elegível para a compensação.

Cancelamentos de voos nos EUA – o que fazer

•Guarde bem o seu cartão de embarque e outros documentos de viagem;

•Solicite um voo alternativo para o seu destino;

•Negocie com a companhia aérea para obter uma compensação pelo transtorno causado.

Cancelamento de voos internacionais – o que fazer

•Guarde bem o seu cartão de embarque e outros documentos de viagem;

•Pergunte por que razão o voo foi cancelado;

•Solicite um voo alternativo para o seu destino;

•Guarde os recibos, caso tenha de gastar dinheiro extra devido ao cancelamento.

Dicas AirHelp

Moeda local

Se a sua viagem a um país estrangeiro está prestes a terminar, assegure-se de que vai utilizar a moeda local que lhe resta. Por exemplo, se estiver hospedado num hotel, é uma boa ideia aproveitar o dinheiro que ainda tem para pagar a conta. Pode sempre trocá-lo no seu banco quando regressar. No entanto, apesar de habitualmente não cobrarem comissão, ficará refém da taxa de câmbio e, provavelmente, não aceitarão as moedas.

Conheça os seus direitos enquanto passageiro aéreo na plataforma da AirHelp.

* Com o objetivo de reforçar o conhecimento dos viajantes de todo o mundo, a AirHelp escolheu agosto para ser o Mês dos Direitos dos Passageiros Aéreos.

A iniciativa pretende informar e esclarecer dúvidas de como agir perante contratempos causados pelas companhias aéreas ou outros. Para isso, a empresa especializada na defesa dos direitos dos passageiros aéreos e líder mundial na obtenção de compensações por perturbações em voos criou uma plataforma que permite aos viajantes estabelecerem ligação com especialistas globais nesta matéria, assim como uma rede de parceiros de comunicação da informação. Em Portugal, a parceria foi estabelecida com os jornais Sol/i.