Politica

Festa do Avante! exclui livro de Luaty Beirão

PCP não quer incomodar o MPLA

Bárbara Bulhosa, a diretora editorial da Tinta da China, mostrou-se ontem, no Facebook, triste por saber que a Festa do Avante! recusou o livro de Luaty Beirão, do grupo angolano que ficou conhecido por 15+2, «com o argumento de que isso incomodaria os camaradas do MPLA».

Diz a responsável da Tinta da China que da lista de livros selecionada para a feira do livro que todos os anos há na Festa do Avante! o único que não foi escolhido foi Sou eu mais livre, então - Diário de um Preso Político Angolano. «É uma tristeza verificar que para o PCP os presos políticos continuam a ter nacionalidade, e que os que interessam são só os nossos durante o Estado Novo», acrescentou Bárbara Bulhosa.

Ao SOL, o PCP respondeu começando por atribuir as escolhas da Festa do Livro à editora Página a Página, sendo «natural» que esta editora «observe critérios seus de qualidade e seriedade». Mas acrescentou: «O PCP rejeita assim operações difamatórias vindas de quem sem crédito se move pelo preconceito e o mais primário anticomunismo».

Ao SOL, Luaty Beirão, deixou um breve comentário: «Desejo felicidades ao PCP e que sejam capazes de adaptar as suas convicções aos tempos, que estão em permanente mutação, ainda que muita coisa se mantenha na mesma».