Vida

“A Cristina não traiu quem quer que fosse”

O apresentador Manuel Luís Goucha falou abertamente da saída de Cristina Ferreira para a SIC.

O apresentado da TVI colocou esta segunda-feira um post onde falou pela primeira vez abertamente sobre a mudança de Cristina Ferreira para a SIC, onde esclarece que não sente que tenha havido qualquer traição por parte da colega.

“Deixem-me só dizer que não há justificação para que as pessoas entendam a mudança da Cristina como uma traição. A Cristina não traiu quem quer que fosse muito menos a mim, eu sabia de tudo o que se estava a passar ao longo dos 15 dias”, afirmou.

Goucha considera que estas mudanças devem ser encaradas de forma natural como acontece em todas as profissões. “E esta vida é uma vida de mudanças, a mudança é boa, a mudança é benéfica para quem a vai praticar a a poder cumprir e para quem ficar, porque vai obrigar a pessoa que fica, com toda a sua equipa, vai obrigar a a um processo de renascimento e de renovação”.

“Portanto, não há traição alguma (…) Isto é um mercado competitivo, é a mesma coisa que trabalharmos numa empresa e depois termos um convite para irmos trabalhar para outra empresa, sabendo ainda por cima que os contratos estavam a acabar, o dela ainda estava a acabar e o meu também vai acabar dentro de meses”.

Num post extenso, Manuel Luís Goucha falou ainda da amizade que une os dois e que o facto do contrato estar a terminar foi determinante para a saída da apresentadora da TVI. “Eu devo confessar-vos que, claro que me entristece não estar aqui ao lado da Cristina, mas possivelmente vou passar a ver muito mais a Cristina fora daqui e mais eu acho que, se para ela é o desafio da vida dela, para mim é um grande desafio estar aqui convosco”.