Sociedade

Vão ser investidos mais de 100 milhões nas estradas pela Infraestruturas de Portugal

De acordo com a IP, “vão ser consignados 18 contratos, um por cada distrito e ajustado às diferentes características da rede de cada região"

Durante os próximos três anos a Infraestruturas de Portugal (IP) vais investir mais de 100 milhões de euros em “trabalhos de conservação corrente” da Rede Rodoviária Nacional (RNN), anunciou a empresa esta segunda-feira.

Num comunicado, a que a agência Lusa teve acesso, a IP informou que vai destinar “contratos no valor global de 107,5 milhões de euros em conservação corrente da Rede Rodoviária Nacional ao longo dos próximos três anos”, estando previstos vários trabalhos como "reparação e beneficiação de pavimentos, reposição e adequação da sinalização horizontal e vertical, reparação e adequação de guardas de segurança e outros equipamentos de proteção, estabilização de taludes, conservação de vedações, tratamento dos sistemas de drenagem, limpeza das bermas e zonas adjacentes à faixa de rodagem e reparações e manutenção de obras de arte".

De acordo com a IP, “vão ser consignados 18 contratos, um por cada distrito e ajustado às diferentes características da rede de cada região, que asseguram a realização de trabalhos regulares de requalificação e manutenção nos mais de 14.000 quilómetros de estradas a nível nacional”.

O distrito com maior valor atribuído pela empresa foi Beja, com 8,2 milhões de euros.