Sociedade

Vila Real. PSP identifica mulher suspeita de burla a idosos

Mulher fazia-se passar por vidente

Esta segunda-feira, a PSP revelou que conseguiu identificar uma mulher de 42 anos por suspeita do crime de burla a idosos, em Vila Real.

Segundo o comunicado da PSP, a mulher que vive no Porto já estava referenciada, desde 2012, em vários processos-crime ligados a furtos e burlas que ocorreram em várias zonas do país.

O modus operandi passava por “ler a sina, fazendo-se passar por vidente, com o objetivo de extorquir dinheiro a vítimas vulneráveis, nomeadamente, pessoas idosas”.

Perante os casos de burla, a PSP deixou alguns conselhos à população: não abrir a porta a estranhos, se a pessoa se identificar como um funcionário dos serviços oficiais verifique sempre a identificação e não saia de casa sozinho se suspeitar que há alguém suspeito no exterior. Na rua, as autoridades aconselham a que esconda joias com aspeto valioso, mesmo que na verdade não o sejam porque isso pode atrair ladrões ou burlões e ainda evitar ter consigo coisas muito valiosas.