Sociedade

Monchique. Governo disponibiliza mais de 4,5 milhões para recuperar infraestruturas afetadas pelas chamas

O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural anunciou hoje que vai disponibilizar mais de 4,5 milhões de euros para a recuperação das infraestruturas que foram afetadas pelos incêndios de Monchique.

"Seguiu já para publicação o aviso de abertura das medidas de estabilização de emergência do território afetado pelo incêndio que ocorreu este mês na serra de Monchique. Trata-se de um montante global que ultrapassa os 4,5 milhões de euros para apoiar as ações a implementar na região", adiantou em comunicado, o ministério liderado por Capoulas Santos.

O Governo refere que "serão apoiadas ações de recuperação das infraestruturas afetadas, designadamente pontos de água, de controlo da erosão, de tratamento e proteção de encostas, de prevenção da contaminação e assoreamento das linhas de água e da sua recuperação, e ainda ações de combate à perda de biodiversidade".

O montante disponível vai ser distribuído pelos concelhos de Monchique, Odemira, Portimão e Silves, uma vez que também foram zonas afetadas pelos incêndios deste mês.

A esta medida - que se integra no Programa de Desenvolvimento Rural (PDR) 2020 -, podem candidatar-se autarquias ou outras entidades públicas, produtores, organizações de produtores e associações de produtores. As candidaturas começam já na quinta-feira e prolongam-se até ao dia 30 de setembro.

Recorde-se que, o incêndio de Monchique teve início no dia 3 de agosto, e durou cerca de uma semana, tendo sido combatido por mais de mil operacionais e considerado dominado no dia 10 de agosto.

As chamas atingiram ainda o concelho de Silves.