Desporto

Espanha. Universo valenciano rendido a Guedes (com vídeo)

A longa novela entre o Valência e o PSG terminou e ninguém esconde a felicidade no clube che. Nem o Benfica, que pode encaixar sete milhões

Agora é de vez. Depois de um ano por empréstimo e após largos meses de negociações, Gonçalo Guedes irá agora representar o Valência a título definitivo. Para já, o clube che ainda não revelou a duração do contrato nem o valor da transferência, embora a imprensa espanhola avance com os 40 milhões de euros que o Paris Saint-Germain exigia para libertar definitivamente o internacional português.

Os pormenores do acordo, de resto, ainda estavam por definir durante o dia de ontem, dia em que Guedes regressou a Valência. À chegada ao aeroporto, de resto, o jovem avançado luso não escondeu o sentimento de alívio pelo fim da novela em torno do seu futuro. “Vivi dias difíceis, porque queria voltar ao Valência mas estava complicado. Sempre disse que queria continuar e fizemos de tudo para que isso acontecesse. Estou muito feliz e com vontade de começar a treinar e a jogar”, frisou o antigo jogador do Benfica, mostrando-se surpreendido com a receção calorosa a que foi brindado - mais de 100 pessoas esperavam por si: “Não esperava tanta gente para me receber! Agradeço o carinho dos adeptos e espero retribuí-lo em campo e agradeço também à direção do clube pelo esforço que fez para me contratar. Quero dar o máximo e mostrar que valho o que pagaram por mim.”

 

Oye, @gguedesoficial, ¿había ganas de volver? 👏👏👏

Por aquí hay unos cuantos que están así 😆🥰😱🤩#AmuntValencia pic.twitter.com/zTl7BAhfqB

— Valencia CF 🦇💯 (@valenciacf) 28 de agosto de 2018

📹🚗 INSIDE | @gguedesoficial : “Siempre dije que quería quedarme en el Valencia CF” 🔝@AlfaRomeo_es pic.twitter.com/nevU3wF71f

— Valencia CF 🦇💯 (@valenciacf) 28 de agosto de 2018

📹 Amunt, @gguedesoficial y Amunt, Valencia!

¿Habéis estado hoy en el aeropuerto? ✈️https://t.co/qCcuLbLJSh

— Valencia CF 🦇💯 (@valenciacf) 28 de agosto de 2018

 

Depois de uma passagem pouco feliz pelo PSG, com apenas 13 jogos (só dois a titular), Gonçalo Guedes foi uma das figuras do Valência na última liga espanhola, somando 38 jogos e seis golos. Findo o empréstimo, viu-se obrigado a voltar a Paris para ver o futuro definido, mas deixou muitas saudades em Valência e o próprio sempre fez questão de referir que era ali o seu destino de sonho para 2018/19. No passado dia 19, ao anunciar a numeração para a nova temporada, o clube che surpreendeu ao deixar o 7 vago, numa prova clara de que ainda acreditava na contratação do português de 21 anos. Ao mesmo tempo, Guedes nem constava do plantel do PSG no site oficial do clube parisiense, tornando-se óbvio que o seu futuro não passava pela capital francesa.

Em Valência, as mensagens de boas-vindas não se fizeram esperar. Dani Parejo, capitão do clube, partilhou uma foto nas redes sociais com a legenda “Há jogadores que marcam a diferença, que tornam os outros melhores. Bem-vindo de novo Guedes”.

 

Hay jugadores que marcan la diferencia, que hacen mejores a los demás... Bienvenido de nuevo @gguedesoficial 🦇🦇 pic.twitter.com/zGvs0anRBG

— Dani Parejo (@DaniParejo) 27 de agosto de 2018

 

Uma transferência que, curiosamente, também pode deixar o... Benfica feliz. É que os encarnados, aquando da transferência para o PSG por 30 milhões de euros, salvaguardaram o direito a uma percentagem de uma futura venda; de acordo com a imprensa de Valência, e caso se confirme o negócio por 40 milhões de euros, as águias deverão encaixar uma verba a rondar os sete milhões de euros.

Guedes não foi, todavia, o único português a transferir-se para o Valência nos últimos dias. Ontem, o jovem Ricardo Campos, avançado de 18 anos (curiosamente também formado noBenfica), anunciou nas redes sociais ter assinado pelo clube che. Ricardo Campos tinha trocado as águias pela Juventus há dois anos e ainda há poucos dias defrontou Cristiano Ronaldo e João Cancelo num jogo-treino entre as equipas A e B da vecchia signora; agora vai jogar na equipa secundária do Valência.