Sociedade

Incêndios. Eduardo Cabrita diz que “todo o fundo será atribuído”

O ministro da Administração Interna (MAI), Eduardo Cabrita, reagiu hoje à machete do jornal i, assegurando que o Governo vai atribuir a totalidade dos 50 milhões de euros do Fundo de Solidariedade Europeu que são destinados a colmatar os prejuízos dos incêndios que ocorreram no verão passado.

"Todo o fundo será atribuído e foi aliás essencial para a capacidade de resposta que o país tem tido este ano reconhecidamente em matéria de prevenção e combate aos incêndios", declarou Eduardo Cabrita, em reação à manchete do jornal i, à margem da cerimónia comemorativa dos 140 anos do Comando Regional da PSP na Madeira.

“O fundo é destinado, esse apoio europeu, quer à recuperação de zonas atingidas pelos incêndios do ano passado, como também àquilo que é um grande objetivo nacional: garantir que estamos melhor preparados", sublinha Eduardo Cabrita.

Além disso, o governante referiu também que "esse apoio europeu permitirá exatamente apoiar, como era já indicado no debate orçamental, aquela que é a dotação de meios.

Eduardo Cabrita sustentou que o Governo "definiu atempadamente quais os mecanismos de apoio, a forma de avaliação" e admitiu que "certamente, neste momento, será possível fazer canalizar esses apoios para as áreas mais diretamente atingidas".