Internacional

“Ao que o mundo chegou quando uma mãe tem de amamentar de pé num comboio em movimento"

Nenhum dos passageiros cedeu o seu lugar

DR  

Uma mulher utilizou as redes sociais para apelar às pessoas para serem mais “gentis”, depois de ser obrigada a amamentar de pé o seu filho de seis meses num comboio, uma vez que nenhum dos passageiros lhe ofereceu o seu lugar.

 De acordo com a BBC, Kate Hitchens, de 32 anos, mostrou-se indignada com a situação vivida com o seu bebé de seis meses, Charlie, depois de não receber qualquer assistência numa viagem que durou 35 minutos, de Londres para Wickford.

“Ao que o mundo chegou quando uma mãe tem de estar a amamentar de pé, num comboio em movimento, contorcendo-se, com um bebé de seis meses e nove quilos”, escreveu a mulher nas redes sociais, acrescentando ainda que as pessoas devem ser “mais gentis” quando virem “as dificuldades” dos outros.

Kate, que também é blogger, disse ainda que podia ter pedido um lugar, mas considera que “não deveria” ter de o fazer.

“Quando uma senhora adorável se levantou para me oferecer o seu assento, outro passageiro sentou-se nele, colocou os fones e fechou os olhos”, contou.

Para esta mãe, a questão “não é sobre aleitamento materno”, é antes “sobre ser gentil e mostrar cortesia comum”.