Desporto

Fernando Tavares Pereira frisa que é preciso "arrumar a casa"

Tavares Pereira que diz que percorreu 40 mil quilómetros durante a campanha não será opositor ao próximo presidente, caso não seja eleito

O candidato à presidência do Sporting, Fernando Tavares Pereira defende que é preciso trabalhar em equipa para “arrumar a casa” e unir o clube, assegurando que, caso perca as eleições, não será oposição ao vencedor.

“Se não ganhar também não vou dificultar a vida a outra pessoa que ganhe. O Sporting hoje precisa de todos. E isto hoje é uma grande lição: seis candidatos chegaram ao fim, com muito rigor, com muita responsabilidade, com muito civismo e, portanto, o Sporting, nestas eleições, é que saiu vencedor, com o apoio de todas as candidaturas”, disse aos jornalistas Tavares Pereira.

O candidato que diz ter feito 40 mil quilómetros pelo país durante a campanha frisa que é fundamental que a “família Sporting” volte a ter aquilo que já teve em tempos: “Não nos podemos contentar com três campeonatos em 40 anos. É mau demais e é por isso que vim para servir o Sporting, dar títulos ao Sporting” assim como “dar a saúde financeira que o Sporting precisa”.