Desporto

Frederico Varandas: "É uma missão e vou cumprir até ao fim! Viva o Sporting!"

Frederico Varandas faz o primeiro discurso como presidente do clube, mas só deverá tomar posse na segunda-feira. 

"A minha primeira palavra vai para o canddatos à presidência do Sporting Cluibe de Portuigal: Rui Rego, Dias Ferreira, Jsé Maria Ricciardi, João Benedito, Fernando Tavares. A todos eles os saúdo, a todos eles, a toda as pessoas que acompanharam as suas listas, a todos os sportinguistas que osa companharam, o meu respeito.", começou por dizer o agora novo presidente do clube, que dirigiu as suas primeiras palavras aos candidatos das outras listas. 

"O meu respeito porque são sportinguistas que acreditaram que era o melhor para o clube. Somos todos Sporting Clube de Portugal", declarou Varandas.

Depois, deicou uma palavra ao candidato mais vota destas eleições: "Uma palavra especial em relação ao João Benedito, o segundo candidato com mais votos neste processo eleitoral. João, um grande atleta, espero que nunca se afaste do clube. O João fará sempre parte da história deste clube."

E continuava a falar aos adeptos. "Gostaria de realçar e dar os parabéns a todos vocês. Hoje tivemos o ato eleitoral mais concorrido em 112 anos da história do Sporting. Isto demonstra a vitalidade e a força de um clube que é gigante. Muito obrigado a todos por demonstrarem a força deste clube." 

Frederico Varandas agradeceu também à sua equipa, que o acompanhou durante três meses. "À minha equipa, que me acompanha há três meses e meio nesta maratona e que me aturou todos estes dias, um obrigado. A minha força está na minha equipa. Um obrigado a todos vocês.", disse durante o discurso em que se mostrava visivelmente emocionado. 

"A todos os sócios que confiaram nesta lista, o meu obrigado. A todos os sócios que nos deram ideias, que acreditaram em nós e que nos incentivaram. Um obrigado do fundo do coração. Hoje é uma vitória muito importante e especial para o Sporting. É uma vitória simbólica. É uma vitória da independência, da resistência, da resiliência e da superação. E é assim que vai ser o Sporting. O Sporting não vai ceder, não vai vacilar e que nunca vai abdicar dos seus valores.", declarou ainda. 

No fim, terminou afirmando que o seu objetivo é "unir o Sporting": "E agora vou terminar como comecei. O lema desta candidatura é unir o Sporting. Chegou a hora de passar das palavras aos atos. Mas agora já não sou eu. Agora a missão tem de ser vossa. Unir não é só dizer, unir é estarmos sentados no estádio ou no pavilhão e estarmos sentados ao lado de um sócio que discorda do assunto a,b,c ou d, mas quando a bola entrar gritarmos todos bem alto que é golo do Sporting. Unir o Sporting é colocar os interesses acima dos nossos interesses pessoais. Unir o Sporting é colocar o amor do Sporting acima de todos. Fui um candidato independente e serei um presidente independente. O único compromisso que terei é com os sócios. Deixo aqui bem claro que eu e a minha equipa tudo faremos para lutar pelo Sporting até ao resto das nossas vidas com paixão, amor e muita competência. E para terminar, que já é tarde, vou tirar do bolso uma coisa que guardei do dia 20 de maio e que nunca mais tive coragem de olhar para ela. Uma medalha de prata, de finalista da Taça de Portugal. É esta medalha que mais cedo ou mais tarde irá com a Taça de campeão nacional para o museu do Sporting. Eu prometo, é uma missão e vou cumprir até ao fim! Viva o Sporting!".