Sociedade

Portugueses estão mais otimistas em relação à sua situação profissional

Um relatório mostra que os portugueses estão mais otimistas em relação à situação profissional. O equilíbrio entre a vida pessoal e profissional continua a ser a principal preocupação.

O relatório The Conference Board Global Consumer Confidence Survey, desenvolvido em colaboração com a Nielsen, mostra que no 2º trimestre de 2018 os níveis de confiança dos consumidores portugueses mantêm-se elevados, tendo registado uma subida de 3 pontos face ao período homólogo.

Este otimismo verifica-se, por exemplo, quando 58% dos portugueses já considera que o seu país não está em recessão económica, tendo registado no mesmo período em 2013 (em plena crise) uma percentagem residual de apenas 3% nesta questão.

Relativamente à situação profissional dos portugueses registou-se uma subida para os 43%, quando há um ano o valor era de 34%. 

Uma das principais preocupações dos portugueses está relacionada com o equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal. De acordo com o relatório 30% dos consumidores nacionais mostram essa preocupação, seguindo-se a saúde (28%). O aumento das contas (energia, gás, etc.) a pagar é uma preocupação cada vez mais presente (20% vs 14% em 2017), seguida do emprego (19%), que desceu uma posição comparativamente com o período homólogo.