Internacional

Florence. Governador da Carolina do Norte fala em inundações "épicas"

Numa conferência de imprensa esta manhã, Roy Cooper alertou os habitantes do estado da Carolina do Norte quanto ao perigo de subestimarem a tempestade: "Não sejam complacentes. Ainda que o nível da tempestade tenha sido revisto em baixa, as chuvadas não deixarão de ser épicas".

Roy Cooper, o governador da Carolina do Norte, falou depois de estarem confirmadas cinco mortes no estado desde que sobre ele se abateu o furacão Florence, e fez questão de sublinhar que "o perigo de inundações provocadas pela tempestade é maior hoje do que era há 24 horas, quando os efeitos desta começaram a ser sentidos".

E adiantou: "Devemos contar com ondas enormes, e há mais pessoas em risco do que quando a tempestade chegou às nossas costas. As inundações estão a aumentar, bem como o nível das águas, e se não estivermos de olho nelas, estamos a pôr as nossas vidas em risco."

Depois do furacão ter visto a sua classificação reduzida para a de uma tempestade tropical as autoridades da Carolina do Norte receiam que os habitantes não levem a sério os avisos, e isto quando é certo que nos próximos dias este estado norte-americano estará sujeito a ventos fortíssimos, com o caudal de alguns rios a multiplicar-se até quatro vezes.