Politica

Marcelo elogia mandato de Joana Marques Vidal na PGR

O Presidente da República referiu que o mandato de Joana Marques Vidal foi de “inteligência e prestígio”

Esta sexta-feira, Marcelo Rebelo de Sousa elogiou o mandato da ainda procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, e considera que o trabalho que foi feito ao longo destes últimos seis anos foi "de unidade, de prestígio, de coerência em relação ao Ministério Público, de inteligência e de dedicação, nomeadamente no combate à corrupção". 

O Presidente da República justificou por que razão aceitou a mudança no cargo, uma vez que acredita que é “muito importante garantir que seja continuada esta linha, para que haja igualdade no tratamento dos cidadãos”.

No entanto, apesar de deixar largos elogios à procuradora cessante, o chefe de Estado refere que sempre manteve a mesma posição no que diz respeito à decisão de substituir - ou não - a pessoa neste cargo: "Há 20 anos que defendo que deveria haver apenas um mandato, não mudei de posição.", disse, sublinhando que é "fundamental" que a PGR seja liderada por "um magistrado do Ministério Público".