Vida

Asia Argento fala pela primeira vez sobre a morte de Bourdain

Depois de saber que o chef se havia suicidado, a atriz revela que se sentiu "zangada"

Asia Argento fala pela primeira vez sobre a morte de Bourdain

DR  


Asia Argento quebrou o silêncio acerca da morte de Anthony Bourdain, que se suicidou no passado mês de junho.

Em entrevista ao Daily Mail, a atriz referiu que Bourdain “não pode ser substituído por nada” e admite que sentiu “zangada” depois de saber que o chef se havia suicidado.

"Fiquei zangada por ele [Bourdain] me abandonar, a mim e aos meus filhos”, disse.

Asia Argento referiu ainda que, apesar de tudo, já conseguiu processar esses sentimentos, mas garante que, durante algum tempo, foi a raiva que a manteve viva.

"De outra forma, este desespero não tem fim”, desabafou.

Recorde-se que, Anthony Bourdain foi encontrado morto, em França, num quarto de hotel. Aos 61 anos, em mais uma das suas viagens, decidiu enforcar-se.

Na altura, Asia Argento, que era namorada do chef, partilhou uma mensagem no Twitter, em sua memória.

"Anthony era brilhante, um espírito destemido que tocava e inspirava tanta gente. A generosidade dele não tinha limites”, escreveu.

 

Os comentários estão desactivados.