Politica

Saúde. Porta-voz do PS responde a Catarina Martins

As declarações surgem depois da líder do Bloco ter desafiado os socialistas a escolherem entre a esquerda e a direita na Lei de Bases da Saúde

Maria Antónia Almeida Santos lembrou ao Bloco de Esquerda que o PS é da esquerda democrática e não poderia estar num outro sitio qualquer. As declarações da porta-voz do PS surgem depois de Catarina Martins ter desafiado os socialistas a escolherem entre a esquerda e a direita na Lei de Bases da Saúde. 

“A resposta é óbvia. O PS sempre foi da esquerda democrática, da esquerda europeia. Ou seja, o PS sempre foi de esquerda. Portanto, até acho um pouco ofensivo estar a considerar que o PS poderia estar noutro lado”, reagiu a socialista, em declarações à TSF.

A deputada do PS recordou ainda que o Sistema Nacional de Saúde (SNS) foi criado “por um socialista”. “Agora é evidente que é preciso manter uma componente de rigor financeira para poder continuar a desenvolver o Serviço Nacional de Saúde e é isso que o governo do Partido Socialista tem feito”, defendeu.

Recorde-se que, no domingo, durante um encontro para discutir o SNS e a nova Lei de Bases da Saúde, Catarina Martins acusou a direita de, ao querer deixar “tudo na mesma”, estar a “aprofundar o caminho da privatização”. Sobre o PS, a líder do Bloco disse que mo partido tem de escolher entre usar a “maioria parlamentar para proteger o SNS e reforçar o acesso universal e gratuito” ou “aliar-se ao PSD e ao CDS.”