Sociedade

Rui Moreira convoca reunião com “caráter de urgência” com Fundadores da Serralves

O presidente da Câmara do Porto pretende avaliar a questão suscitada acerca da exposição que está a decorrer no Museu de Arte Contemporânea”, da autoria de Robert Mapplethorpe

Depois da polémica em volta da exposição de Robert Mapplethorpe, o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, pediu uma reunião urgente do Conselho de Fundadores da Fundação Serralves, de forma a “avaliar a questão suscitada acerca da exposição”.

O anúncio surgiu esta terça-feira na página da autarquia, onde Rui Moreira se “dirigiu ao presidente do Conselho de Fundadores” para que convoque, com “caráter de urgência”, uma reunião “para avaliar a questão suscitada acerca da exposição que está a decorrer no Museu de Arte Contemporânea”, que já levou à demissão do diretor do Museu de Serralves por ter afirmado já não ter “condições para continuar à frente da instituição".

“Numa carta hoje dirigida a Braga da Cruz, Rui Moreira lembra que a Fundação Serralves tem sido alvo de notícias em órgãos de comunicação social nacionais e internacionais e de diversas manifestações públicas suscetíveis de afetar a sua imagem e reconhecido prestígio, a propósito da exposição do artista Robert Mapplethorpe", pode ler-se no site.

A Câmara do Porto relembra ter “assento, por decreto-lei, no Conselho de Fundadores, que reúne ordinariamente uma vez por ano, mas que pode ser convocado extraordinariamente pelo seu presidente ou a pedido do Conselho de Administração”.

Entretanto, a Fundação de Serralves já convocou uma conferência de imprensa para amanhã, quarta-feira.