Politica

Tancos. PS não se opõe a comissão de inquérito proposta pelo CDS

Anúncio foi feito pelo presidente do partido, Carlos César, em entrevista à RTP

O PS pretende viabilizar a comissão de inquérito proposta pelo CDS sobre o assalto a Tancos. O anúncio foi feito pelo presidente do partido, Carlos César, em entrevista à RTP. “O PS, em regra, aceita as propostas dos partidos políticos no sentido de serem formadas comissões de inquérito, sobretudo porque não deseja ser um partido que possa ser acusado de obstruir quaisquer investigações”, explicou.

Portanto, se "o CDS acha que deve haver uma comissão de inquérito, pois haverá uma comissão de inquérito”, deixou claro Carlos César.

Recorde-se que o CDS anunciou hoje que vai avançar com a proposta de uma comissão de inquérito ao caso de Tancos para apurar as responsabilidades políticas, no dia em que houve várias detenções relacionadas com o caso, incluindo o director da Polícia Judiciária Militar, coronel Luís Vieira. 

Para o líder parlamentar dos centristas, Nuno Magalhães, o governo "desvalorizou desde a primeira hora" a situação e nada esclareceu nos sucessivos pedidos de esclarecimento do CDS no parlamento.