Sociedade

Não é o “momento oportuno” para encontrar responsabilidade política em Tancos, diz Ministra da Justiça

Francisca Van Dunem recusou-se a comentar as deteções feitas esta terça-feira pela Polícia Judiciária

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem , disse esta quarta-feira que este não é o “momento oportuno” para discutir a responsabilidade política do que se passou em Tancos.

“Há um processo judicial em curros e é nesse âmbito que se verificaram as operações” desencadeadas pela Polícia Judiciária (PJ) e pelo Ministério Público (MP).

Van Dunem recusou-se a comentar as deteções dos quatro elementos da Polícia Judiciária Militar (PJM) e de três elementos da GNR – incluindo o militar ligado à PJM e que está atualmente em missão na República Centro Africana.

"Não creio que a eclosão de um processo judicial seja o momento oportuno para discutir questões de fundo. É preciso deixar passar a espuma dos dias para depois as análises sobre essas matérias serem feitas", acrescentou a ministra da Justiça.

A ministra respondeu às perguntas dos jornalistas no final da cerimónia de assinatura de um protocolo de colaboração entre o Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça e o Conselho Superior da Magistratura (CSM) para a futura sede do CSM.