Politica

Negrão para Costa: "Quanto mais se explica mais se enterra"

Fernando Negrão diz que Costa não tem a coragem de assumir a sua responsabilidade

O líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, usou o recuo do governo na transferência do Infarmed de Lisboa para o Porto como a primeira bandeira dos sociais-democratas no debate quinzenal.

O deputado atacou a credibilidade do primeiro-ministro, António Costa, por ter dito cinco vezes que o Infarmed iria para o Porto, ao ponto do chefe do governo ter considerado que o discurso já passava o registo do insulto e lhe iria enviar uma carta. 

Depois das explicações do primeiro-ministro, Negrão não teve dúvidas em considerar que Costa não teve a "coragem de assumir a sua responsabilidade" ou "quanto mais se explica mais se enterra".

O tom entre ambos foi tenso, com a bancada do PSD irritada com António Costa. Mais calmo, o primeiro-ministro reconheceu o que já disse no passado. "Já reconheci em dexzembro de 2017 que o processo foi mal-conduzido".

O deputado Fernando Negrão fechou a sua primeira intervenção a dizer que o primeiro-ministro "faltou à palavra" no caso do Infarmed e acusou ainda António Costa de não ter"sensibilidade social" por não ter encontrado ainda uma solução para as obras da ala pediátrica de oncologia do Hospital de São João, no Porto.