Sociedade

Um em cada 10 adolescentes apanhou a primeira bebedeira antes dos 13 anos

Rapazes consomem mais álcool do que as raparigas

Para muitos dos jovens entrevistados em 2014, 7% das raparigas e 9% dos rapazes, apanhou a sua primeira bebedeira ainda antes dos 13 anos ou até mais cedo.

Além disso, um quarto dos rapazes e um quinto das raparigas assumiu ter estado alcoolizado duas ou mais vezes até aos 15 anos. Estes são números que continuam a preocupar, mas ainda assim, a uma escala global, o consumo de álcool entre os adolescentes diminuiu entre 2002 para 2014.

Os dados foram divulgados ontem, quarta-feira, num relatório da Região Europeia da Organização Mundial de Saúde (OMS/Europa).

Em 2002, 46% dos jovens que tinham 15 anos foram entrevistados em 36 países da OMS/Europa, e tinham começado a consumir álcool aos 13 anos ou mais cedo. Esta percentagem diminuiu para 28% em 2014, sendo a frequência mais baixa nas raparigas - 25% - do que nos rapazes - 31%.

“Os jovens são consumidores regulares de álcool numa idade em que não deveriam beber de todo”, explicou a diretora da OMS/Europa, Zsuzsanna Jakab.

“Como sabemos que qualquer consumo de álcool neste período crítico do desenvolvimento é particularmente prejudicial, os decisores políticos têm a responsabilidade de implementar medidas que sabemos serem eficazes, como limitar o acesso, fazer cumprir as verificações de idade e restringir qualquer tipo de publicidade ao álcool, incluindo marketing digital.”, disse ainda.

Recorde-se que em Portugal é proibida a venda de qualquer bebida alcoólica a menores de 18 anos.