Sociedade

Irmã do triatleta Luís Grilo defende cunhada acusada de matar o irmão

Apesar das notícias que tem vindo a público, Luísa Grilo, irmã do triatleta assassinado, continua a acreditar na inocência da cunhada.

Luísa Grilo descreve Luís Grilo e Rosa Grilo como sendo o casal perfeito e que põe as mãos no fogo pela cunhada, afirmando que não acredita que a Rosa possa ter alguma coisa a ver com a morte do irmão.

“Ainda estou a digerir. Ainda tenho esperanças que ela me diga que é mentira. Mas vamos ver porque eu também gosto muito dela e nunca pensei que ela fosse fazer uma coisa destas”, disse Luísa Grilo à Sic.

Já Américo Pina, pai de Rosa Grilo, diz não acreditar que a filha tenha tido alguma coisa a ver com a morte do triatleta. “Não acredita. Acho impossível. Não acredito que a minha filha tivesse coragem de fazer uma coisa destas”.

Questionado sobre a possibilidade de Rosa Grilo ter uma visa extraconjugal, Américo Pina diz não acreditar nessa teoria. “Não acredito. Pode ser possível, mas não acredito”, disse. 

No entanto, a irmã do triatleta admite que por duas vezes se cruzou com o homem que aleamente ajudou Rosa Grilo a assassinar Luís Grilo. “Houve uma vez que cheguei a casa já depois de o meu irmão ter desaparecido e estava lá esse homem no computador com o meu neto”.