Sociedade

BE denuncia praxe “humilhante” na Universidade de Évora | VÍDEO

O Bloco de Esquerda (BE) quer que o Governo se pronuncie sobre uma praxe que classifica como “humilhante” na Universidade de Évora.

O caso foi denunciado pelo BE e está gravado em vídeo. As imagens já estão a circular nas redes sociais, e nelas pode ver-se um jovem com a cabeça encostada no chão sobre um monte de pó branco, que parece ser farinha, com o corpo fletido, com as pernas cruzadas e os joelhos em cima das costas das duas mãos.

Quando o jovem aparenta não aguentar estar mais naquela posição, ouve-se um outro aluno, que será um dos que praxa, a dizer “desemerde-se”.

O vídeo, que foi partilhado ontem e que tem pouco mais de um minuto, conta com mais de 50 mil visualizações no Facebook, e foi partilhado por cerca de 1200 pessoas.

O partido está a considerar esta atitude como sendo “absolutamente inaceitável” e que, apesar das sucessivas campanhas de combate à praxe violenta, atos como estes continuam a surgir.

Em pergunta enviada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), o BE exige que a tutela se pronuncie sobre o caso e pede que seja feito um balanço do programa governamental Exarp, que foi lançado há dois anos.