Desporto

Valverde é campeão do mundo de ciclismo de fundo

Aos 38 anos, o espanhol consegue um título que perseguia há muito. Rui Costa, campeão mundial em 2013, terminou em décimo

Aos 38 anos, Alejandro Valverde sagrou-se campeão mundial de ciclismo de fundo, na prova realizada em Innsbruck, Áustria. O espanhol, que concluiu os 252,9 quilómetros da prova em 6:46.41 horas, sucedeu ao eslovaco Peter Sagan, que havia vencido os últimos três Mundiais.

"Estou sem palavras, ainda não acredito. Foram tantos anos a lutar por isto e, finalmente, consegui", assumiu Valverde, partilhando o mérito com os companheiros: "A seleção esteve nota 10, soube estar sempre onde devia estar e eu também me soube defender no 'sprint', que era a minha responsabilidade. Foi um 'sprint' muito longo e ataquei a 300 metros. Sabia que não podia falhar, ganhei e estou muito emocionado."

Alejandro Valverde, que já havia sido vice-campeão mundial em 2003 e 2005 e terceiro classificado em 2006, 2012, 2013 e 2014, passa a ser um dos mais velhos corredores a conquistar o título mundial, igualando o holandês Joop Zoetemelk, vencedor em 1985 também com 38 anos.

Rui Costa, campeão do mundo em 2013 (o único português a consegui-lo), foi o melhor atleta luso em prova: terminou em décimo, a 43 segundos de Valverde. Já Nélson Oliveira foi 39.º, terminando a cinco minutos do tempo realizado pelo espanhol.