Internacional

Conselheira de Donald Trump revela ter sido vítima de abuso sexual

A conselheira de Donald Trump, Kellyanne Conway, em entrevista à CNN falou sobre o caso de Brett Kavanaugh, e confessou ter sido vítima de abuso sexual.

Kellyanne Conway, a conselheira do presidente norte-americano, revelou no passado domingo, em entrevista à CNN, que foi vítima de abuso sexual.

A revelação surgiu enquanto se discutia as acusações de abuso sexual que envolvem o candidato ao Supremo Tribunal dos Estados Unidos, Brett Kavanaugh, proposto por Donald Trump. “Sinto muita empatia pelas vítimas de abuso sexual, assédio e violação”, disse Conway, ao mesmo passo que assumiu ter sido ela própria uma “vítima de abuso sexual”.

A conselheira de Trump optou por não detalhar muito o assunto, mas referiu que em casos de abuso sexual, os acusados e as alegadas vítimas devem ser ouvidos e tratados da mesma forma. “Eles devem ser todos ouvidos. E devem ser ouvidos nos tribunais, em depoimentos e em processos. Mas agora tratamos as pessoas diferentemente, sejam vítimas ou perpetradores, com base nas suas políticas e no seu género. Isso é um grande erro”, disse Conway.

Sobre as acusações que envolvem Brett Kavanaugh – que vai ser investigado pelo FBI antes da votação no Senado – Conway disse que a nomeação do juiz proposto pelo presidente norte-americano não deve ser transformada “num encontro do movimento #MeToo”.