Sociedade

Rosa Grilo pode ter de pagar indemnização ao filho

Tribunal pode obrigar mãe a pagar milhares de euros ao filho melhor por ter matado o marido

A viúva de Luís Grilo, principal suspeito do seu homicídio, poderá ter de pagar uma indemnização ao filho de 12 anos, se for condenada pela morte do marido.

Rosa Grilo, a ser condenada, não terá direito a herdar nada do marido. Assim, o filho de ambos passa a ser o único herdeiro de todos os bens do casal, o que inclui a casa onde viviam, e onde terá sido cometido o crime, o valor em saldos bancários e até a empresa do ramo informático que estava em nome de Luís Grilo.

Mas a criança poderá ainda receber, pela morte do pai, uma indemnização da mãe e do seu cúmplice, se se constituir como assistente no processo que acusa Rosa Grilo e António Joaquim, indiciados por homicídio qualificado, profanação de cadáver e posse ilegal de arma.

O montante da indemnização poderá chegar a vários milhares de euros, dependendo do tipo de dano reconhecido pelo tribunal, segundo juristas consultados pelo Correio da Manhã.

Apenas o seguro de vida de Luís Grilo, no valor de 100 mil euros, cujo valor já foi apontado como móbil do crime, poderá não reverter para o menor. "É preciso verificar as cláusulas da apólice, que têm de especificar quem é o beneficiário. Na prática, se este seguro tiver como único beneficiário a mulher, o mesmo deixa de ter validade" no caso de a viúva ser condenada, explicou o jurista André Ventura.

Rosa Grilo e António Joaquim ficarão a aguardar julgamento em prisão, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação mais gravosa no sábado. A viúva do triatleta foi encaminhada para a cadeia de Tires, onde foi colocada numa cela individual na zona de adaptação do estabelecimento prisional.

Recorde-se que o corpo do triatleta Luís Grilo foi encontrado, mais de um mês depois do seu desaparecimento em Vila Franca de Xira, em Avis a 134 quilómetros de casa.

O cadáver foi descoberto por um popular que alertou as autoridades, Luís Grilo estava sem roupa, com um saco de plástico na cabeça e com evidentes sinais de violência. E soube-se esta quinta-feira que o triatleta morreu com um tiro na cabeça.

Aliás, a arma com que Luís Grilo foi morto estava registada em nome de António Félix Joaquim e terá sido recuperada pelos investigadores na residência do próprio.

O filho de 12 anos de Luís e Rosa Grilo terá ficado em casa de familiares, após a detenção da mãe por suspeita de homicídio do pai. Já António Félix Joaquim também é casado e tem dois filhos menores.