Internacional

Madrid coloca limite máximo de velocidade em 30 km/h dentro da cidade

A proposta aprovada pela Assembleia Municipal tem como objetivo “mudar a forma como os cidadãos se relacionam com o espaço publico”

Conduzir em Madrid vai passar a ser mais lento. A Câmara Municipal da capital espanhola aprovou esta sexta-feira novas regras para a mobilidade sustentável que incluiu a redução da velocidade máxima de circulação para 30 quilómetros por hora em 80% das ruas madrilenas.

O objetivo é "mudar a forma como os cidadãos se relacionam com o espaço público", criando uma “mobilidade sustentável” – que passa por preferir andar a pé e de bicicleta. A medida entra em vigor dentro de 15 dias.

O diploma aprovado está determinado que todas as artérias com uma via rodoviária ou uma via em cada direção passem a ter um limite de máximo de 30 quilómetros por hora e que as motos passem a ser proibidas de estacionar nos passeios com menos de três metros de largura ou a menos de cinco metros de passagens de peões. Nos bairros do centro da cidade a velocidade máxima desce mesmo para 20 quilómetros por hora.

Por outro lado, as bicicletas ganham novos direitos, tais como poder virar para a direita mesmo que esteja sinal vermelho – desde que seja indicado.

As propostas foram aprovadas em Assembleia Municipal com os votos a favor da esquerda e a oposição dos partidos de direita.