Desporto

Adeptos do PSG banidos do estádio por um ano

O PSG enviou uma carta aos adeptos com assinatura que foram considerados responsáveis e anunciou a suspensão do seu bilhete de época.

Trinta adeptos 'ultra' do Paris Saint-Germain (PSG) foram suspensos durante um ano, depois dos incidentes ocorridos na última quarta-feira, antes do jogo contra o Partizan, a contar para a Liga dos Campeões.

De acordo com a France Presse, citada pela Lusa, nas proximidades do Parque dos Princípes, cerca de 300 a 400 individuos, encapuzados, utilizaram fumígenos e atiraram objetos contra as autoridades, que responderam com gás lacrimogéneo.

O clube francês já havia anunciado que queria "excluir de imediato os causadores de problemas já identificados" e lamentou a falta de respeito “por certos indivíduos da convenção” que liga o clube ao Coletivo Ultras Paris (CUP) e que condiciona o regresso dos 'ultras' ao Parque dos Princípes, desde há dois anos.

O PSG enviou então uma carta aos adeptos com assinatura que foram considerados responsáveis e anunciou a suspensão do seu bilhete de época.