Internacional

Indonésia. Equipas de resgate conseguem chegar às zonas remotas da ilha de Celebes

Ilha foi afetada por um sismo e um tsunami há uma semana. Há mais de 1.500 vítimas mortais

Só agora é que as equipas de resgate conseguiram chegar às zonas mais remotas da ilha de Celebes, como é o caso de Donggala e o município de Sigi, avançou o porta-voz da Cruz Vermelha, Iris Van Deinse.

A organização distribuiu ontem, sexta-feira, lonas impermeáveis para mais de mil famílias nestas zonas mais afetadas.

Um helicóptero da Cruz Vermelha e outros do exército da Indonésia já estão no terreno, de forma a garantir o fornecimento de alimentos e ajuda básica para toda a população. Além disso, prosseguem também os trabalhos para restaurar os serviços básicos, como o fornecimento de eletricidade, uma vez que seis das sete subestações de eletricidade ficaram danificadas depois de serem atingidas pelo tsunami.

Para já, estima-se que mais de mil pessoas estejam ainda soterradas pelos escombros e pela lama e, de acordo com as autoridades do país, há registo de 1.558 vítimas mortais.