Sociedade

Agentes da PSP brutalmente agredidos em Lisboa e Setúbal

Incidentes aconteceram ao final da tarde de quinta-feira e na madrugada de sexta-feira

Um chefe e dois agentes da PSP foram brutalmente agredidos. Os incidentes ocorreram entre o final da tarde de quinta-feira e a madrugada de sexta-feira, em Setúbal e em Lisboa, respetivamente.

Um dos agentes agredidos em Lisboa acabou mesmo por desmaiar.

A primeira agressão ocorreu pelas 19h50 de quinta-feira, em Setúbal. Tudo aconteceu quando um chefe da PSP que estava de folga abordou um homem, por este estar a urinar na via pública. Apesar de se encontrar vestido à civil, o polícia identificou-se com a carteira profissional, pedindo o cartão de cidadão ao homem.

Em poucos segundos, um amigo do homem abordado tentou impedir que o agente o revistasse, tendo-o ameaçado e dado murros no peito. Depois disso, foi ainda agredido com uma garrafa na cabeça.

Os dois agressores fugiram montados num Ford Mondeo, enquanto o chefe da PSP foi assistido no Hospital de São Bernardo.

Poucas horas depois, pelas 06h00 da manhã de sexta-feira, na rua Cintura do Porto de Lisboa, outros dois agentes da PSP, também à civil, abordaram um cidadão holandês que agredia um casal.

O estrangeiro aparentava estar alcoolizado, e começou a dar murros e pontapés nos dois agentes, abandonando o local a correr.

Os agentes desta força de autoridade acabaram, ainda assim, por localizar o agressor na zona do cais do Sodré, tendo este sido detido.

Ainda durante a tentativa de fuga, o homem agrediu uma outra pessoa junto ao bar Titanic.

Os três civis feridos pelo agressor foram transportados para o Hospital de São José.