Sociedade

Polícia terá perdido provas contra Cristiano Ronaldo

Norte-americana terá entregado vestido e cuecas que usou naquela noite às autoridades em 2009, mas agora essas provas desapareceram

Polícia terá perdido provas contra Cristiano Ronaldo

O advogado de Kathryn Mayorga, a mulher que acusa o jogador português de violação, revelou que o vestido e a roupa interior que a norte-americana usava na noite do alegado crime desapareceram.

Leslie Stovall adiantou que a sua cliente tinha apresentado a sua roupa como prova contra Cristiano Ronaldo na altura da queixa à polícia em 2009, mas que esses elementos terão sido perdidos pela polícia. Além disso, as declarações da antiga modelo sobre aquela noite não foram guardadas.

A perda das provas terá sido descoberta na semana passada quando Kathryn Mayorga foi formalizar a queixa junto da polícia.

Os advogados da norte-americana querem agora ouvir ex-namoradas do jogador português, para tentarem estabelecer e imputar um historial de abusos a Ronaldo.

"Namoradas antigas podem ser muito esclarecedoras sobre a conduta anterior", disse Leslie Stovall, em declarações ao jornal britânico Sunday Mirror.

"Quero falar com qualquer namorada que o conheça intimamente", disse Stovall. "Isto vai ajudar a construir uma imagem do comportamento de Ronaldo, que pode ser vital para o nosso caso", acrescentou o advogado.

Recorde-se que Kathryn Mayorga, antiga modelo e relações públicas - atualmente professora de Educação Física, alega que foi violada por Cristiano Ronaldo há nove anos, em Las Vegas nos Estados Unidos, decidiu agora denunciar o caso publicamente.

A investigação foi reaberta pela polícia de Las Vegas depois de Kathryn Mayorga, agora com 34 anos, ter apresentado queixa, na semana passada.

Os comentários estão desactivados.