Internacional

Tempestade Michael sobe para a categoria de furacão, depois de ganhar força

Em Cuba, a chuva intensa e os ventos fortes começam a revelar os seus primeiros efeitos.


Numa altura em que se aproxima do Golfo do México, a tempestade Michael ganhou força e subiu para a categoria de furacão.

Em Cuba, a chuva intensa e os ventos fortes começam a revelar os seus primeiros efeitos.

Esta terça-feira, com ventos de 178 quilómetros por hora, os meteorologistas do Centro Nacional de Furacões norte-americano alertam para o facto de o Michael se tornar num grande furacão. Na quarta-feira, deverá chegar aos Estados Unidos.

"Existe a possibilidade real de o Michael aumentar a sua força para um grande furacão", disse Robbie Berg, meteorologista, citado pela Lusa.

Em causa estão as águas quentes do Golfo do México, onde o furacão vai passar dois a três dias e onde se encontram condições atmosféricas favoráveis

Nos EUA, o governador Kay Ivey já declarou estado de emergência no Alabama.

Atualmente na ponte oeste de Cuba, o Michael deverá chegar à Florida e afetar, sobretudo, o sul do Alabama.

Os comentários estão desactivados.