Economia

Voos da TAP suspensos por falta de tripulantes

A empresa justifica a decisão com a dificuldade em contratar tripulantes

A partir do dia 28 de outubro os voos para Vigo, Corunha e Oviedo, que eram operados pela White ao serviço da TAP Express, vão ser suspensos. Em causa estão as dificuldades da empresa a contratar elementos da tripulação.

Num comunicado enviado às redações, a TAP diz que a suspensão da operação "prende-se com as dificuldades que a White tem tido na contratação de tripulantes" e, para além disso, coincide com o Inverno IATA.

"Este motivo, associado a uma menor rentabilidade das rotas Vigo, Corunha e Oviedo, faz com que a TAP tenha decidido pela suspensão das mesmas, tendo em conta também os constrangimentos conhecidos no Aeroporto de Lisboa", pode ainda ler-se.

A TAP lançou várias ofertas de emprego nos últimos meses, tendo mesmo eliminado a obrigatoriedade de falar a língua portuguesa como requisito, mas sem sucesso, segundo a agência EFE.