Vida

Este barbeiro tem 107 anos e corta cabelo há 96

Trabalha oito horas por dia, cinco dias por semana. Há clientes que não deixam que mais ninguém lhe corte o cabelo

Anthony Mancinelli é o barbeiro em atividade mais velho do mundo, segundo o Livro de Recordes do Guiness desde 2007, quando tinha 96 anos.

Atualmente, tem 107 anos e continua a cortar cabelo - cinco dias por semana do meio-dia às 2oh.

“Não deixo que mais ninguém toque no meu cabelo, ele faz isto há mais de um século”, disse um cliente do cabeleireiro que fica a uma hora a norte da cidade de Nova Iorque.

Não é há mais de um século, mas quase, o barbeiro trabalha desde os 11 anos. A proprietária do estabelecimento, citada pelo New York Times, não lhe poupa elogios e gaba-lhe a força e o ânimo.

“Nunca falta por estar doente”, afirmou. “Tenho aqui jovens com problemas de joelhos e costas, mas ele mantém-se bem. Consegue fazer mais cortes de cabelo do que qualquer miúdo de 20 anos. Ficam ali sentados a olhar para os telemóveis, a mandar mensagens ou isso e ele lá está a trabalhar”, explicou.

Questionado acerca da sua longevidade, Anthony Mancinelli sorri e diz que nunca foi muito dado ao exercício físico e a sua dieta é à base de massa.

“Como esparguete fininho que é para não engordar”, brincou o barbeiro, que tem todos os dentes e uma farta cabeleireira branca.

Nunca precisou de óculos e, apesar de passar oito horas por dia em pé, não toma qualquer medicação regular. E as suas mãos continuam quase tão firmes e precisas como há 96 anos.

Mancinelli não pensa na reforma até porque o trabalho o ajuda a manter-se ocupado e com ânimo depois de há 14 anos ter perdido Carmella, com quem partilhou 70 anos da sua vida. Todos os dias antes de ir trabalhar passa no cemitério para visitar a campa da mulher.