Sociedade

Augusto Santos Silva diz que língua portuguesa vale 30 milhões de euros por ano

Ministro dos Negócios Estrangeiros disse hoje que a língua portuguesa representa, como “matéria para a atividade económica”, o equivalente a 30 milhões de euros anuais.

“A língua portuguesa é também de trabalho, é um valor económico de nós todos", afirmou o ministro, à margem da inauguração da exposição itinerante "A Língua Portuguesa em Nós", no Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia (MAAT).

Santos Silva relembrou que um estudo concluiu que "um conjunto de atividade económicas cuja matéria prima é o português, que vai desde as artes literárias performativas até à indústria do cinema, da edição didática e pedagógica até ao mundo da televisão ao audiovisual", sublinhando que "a estimativa de todas estas atividades" em Portugal levam a "um número próximo de 17% do PIB. Isto “quer dizer que, a preços atuais, a língua, matéria para atividade económica, vale por ano pelo menos 30 mil milhões de euros", referiu o governante.

No entanto, o ministro deixou um alerta, aludindo à importância que a língua portuguesa traz: "É das pessoas, depois da cultura, especificamente da literatura, e só depois é uma língua económica".

"Se Fernando Pessoa pôde dizer que a língua portuguesa era a sua pátria e se Vergílio Ferreira pôde dizer que da língua portuguesa se via o mar, acho que nós todos - os portugueses, os brasileiros, os angolanos, os guineenses, os são-tomenses, os moçambicanos, os cabo-verdianos e os timorenses - podemos todos dizer que da língua portuguesa, que é a nossa língua comum, se vê hoje o futuro", afirmou.

Também o ministro dos Negócios Externos do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira, que esteve presente na inauguração, disse que a língua portuguesa tem "relevância política e diplomática" na Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).