Politica

PS diz que é altura de devolver “recato e serenidade” às Forças Armadas

"Não é desejável que as Forças Armadas sejam alvo de uma disputa político-partidária"


O PS reagiu à demissão de Azeredo Lopes dizendo que é tempo de devolver “recato e serenidade” às Forças Armadas.

“O PS sublinha a importância das Forças Armadas, o respeito pelas Forças Armadas e a tranquilidade que devem ter para exercer as suas funções", disse Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do partido, aos jornalistas.

Para a deputada, é preciso manter as Forças Armadas estáveis. "Não é desejável que as Forças Armadas sejam alvo de uma disputa político-partidária", acrescentou reforçando que tem sido essa a posição quer do PS, quer do primeiro-ministro.

A demissão de Azeredo Lopes vai permitir “deixar as instituições funcionarem e que as Forças Armadas tenham condições para funcionar”.