Internacional

China. Blogger detida por desrespeitar o hino nacional

Yang Kaili, de 20 anos, apareceu num vídeo em que canta o hino chinês enquanto balança os braços. Foi detida, o vídeo apagado e o seu canal banido da plataforma digital


É acusada de ter insultado o hino nacional chinês e foi agora detida pelas autoridades. Yang Kaili, de 20 anos e blogger com milhões de seguidores, viu a sua vida sofrer uma reviravolta quando um vídeo, em que aparece a agitar os braços enquanto se canta o hino, começou a circular na internet. O vídeo foi difundido na internet pela plataforma de transmissões em direto chinesa Hyua.Entretanto, a empresa apagou o vídeo e banir o seu canal da plataforma. 

Com a polémica a subir de tom, a blogger pediu publicamente desculpas, mas o Departamento da Polícia de Shanghai avançou este sábado com a sua detenção. "O hino nacional é um símbolo do país e todos os cidadãos devem-no respeitar e salvaguardar", pode ler-se no comunicado das autoridades. "As transmissões em direto não estão acima da lei - a lei e os padrões morais também se lhe aplicam". 

De acordo com a Lei do Hino Nacional chinesa, aqueles que cantei o hino de forma "distorcida ou desrespeitadora" podem ser detido durante 15 dias. A lei entrou em vigor no ano passado. 

A detenção de Yang Kaili gerou tanto críticas como elogios na rede social chinesa género Twitter, a Weibo. "Isto é uma vergonha. Ela está a insultar o hino e a violar a lei", escreveu um internauta. Para outro, Kaili não "desrespeitou o hino de propósito", acrescentando que é "um bocado exagerado impor uma punição tão dura". 

"Peço as mais sinceras desculpas por não ter cantado o hino com seriedade. O hino é sagrado e o meu comportamento magoou os sentimentos de todas as pessoas", desculpou-se a blogger, referindo ainda que irá "deixar de emitir transmissões".