Sociedade

João Rendeiro condenado a cinco anos de prisão com pena suspensa

Ex-banqueiro terá de pagar 400 mil euros a uma instituição

O ex-presidente do BPP foi condenado em tribunal a cinco anos de prisão, com pena suspensa, mediante o pagamento de 400 mil euros a uma instituição.

Em causa estão crimes por falsidade informática e falsificação de documento, que terão sido cometidos com o objetivo de manterem os seus cargos no banco, entre 2001 e 2008.

Além de João Rendeiro, foram também condenados dois outros administradores e dois ex-quadros pelos mesmos crimes.

João Rendeiro, por decisão do coletivo de juízes, terá de pagar 400 mil euros a uma IPSS, neste caso a Associação “Crescer”, escreve o jornal ECO.