Vida

‘O meu cão avisou-me que eu estava a ter um ataque cardíaco’

Australiano chegou a tempo ao hospital devido a alerta da sua cadela

Um australiano estava com sintomas de indigestão e tinha dores no peito, frequentemente a intensidade era tal que acordava a meio da noite.

Uma manhã não conseguia parar de arrotar e a dor não passava. Ele sabia que alguma coisa não estava bem.

Preocupado, o homem recorreu ao ‘Dr. Google’ para procurar quais os sintomas de ataque cardíaco. Num dos resultados, aparecia uma lista de dez.

“Cheguei ao terceiro sintoma e o meu cão saltou-me para o colo e começou a lamber-me o peito”, disse Ian Story, citado pelo site Starts at 60. “Ela [é uma cadela] estava muito nervosa o que não é habitual, além de quase nunca saltar para o meu colo”.

Foi a estranheza do comportamento do animal, aliada aos seus sintomas, que fez com que o australiano ligasse de imediato para o número de emergência, pedindo uma ambulância. Levaram-no para o hospital onde os médicos confirmaram que tinha sofrido um ataque cardíaco.

Embora admita que teria eventualmente chamado uma ambulância se a dor não passasse, Ian Story atribui o crédito de o ter feito atempadamente à sua cadela.

O ataque cardíaco do australiano obrigou a uma cirurgia, mas a recuperação está a correr bem.