Economia

Mais de 4 mil estudantes arrendaram quarto em casa partilhada

Estudantes brasileiros dominam as reservas em Portugal 

DR  

Foram quatro mil e 600 os estudantes que arrendaram quarto em casa partilhada durante o terceiro trimestre de 2018 através da Uniplaces.

A plataforma online para alojamento de estudantes universitários releva que os dados dizem respeito ao trimestre que antecedeu o presente ano letivo, nas cidade de Lisboa, Porto e Coimbra. 

Segundo os dados revelados, a preferência dos estudantes na capital fixa-se numa renda média de 367 euros por mês, cerca de 82%, com as zonas de Arroios, Saldanha e Alameda a serem as mais procuradas pelos estudantes, com duração média de cinco meses. 

Já no norte, as preferências de 71% das pessoas ronda uma média de 284 euros de renda e as zonas de Cedofeita, Paranhos e Bonfim foram as que registaram mais arrendamentos. 

Coimbra regista um valor de procura mais baixo no que diz respeito a rendas, 197 euros, e a procura é a mais baixa em comparação com as grandes cidades. As zonas de Montes Claros, Baixa e Cidral foram as mais procuradas. 

 

A nacionalidade da maior procura

Os dados que correspondem aos mesmos três meses indicam que 26% das reservas foram feitas por estudantes de nacionalidade brasileira. Estes pagam arrendam quarto em casa partilhada com valores que rondam os 399 euros. 

Em seguida aparecem os estudantes portugueses, espanhóis e italianos. 

Inês Amaral, Deputy Manager da Uniplaces, explica que "a Uniplaces está a potenciar o alojamento seguro dos estudantes, com anúncios que são confirmados pela equipa comercial, garantindo que se está efetivamente a reservar o alojamento que corresponde ao publicitado, e evitando qualquer tipo de fraude. A nossa equipa está a trabalhar no sentido de aumentar o leque de ofertas disponíveis, a preços justos tanto para estudantes como para proprietários".