Desporto

Nuno Espírito Santo ofereceu o troféu de melhor treinador do mês ao roupeiro

"Toda a gente é importante"

Depois de vencer o prémio de melhor treinador do mês de setembro na Premier League, Nuno Espírito Santo volta a dar que falar, mas desta vez porque ofereceu o troféu ao roupeiro do Wolverhamptom.

"Temos treino às 10h00 da manhã, estão menos cinco graus. Um jogador chega de mau humor e porquê? Porque o roupeiro não lhe deu o gorro e as luvas. E passamos a ter um problema. Por isso o roupeiro é tão importante quanto tudo o resto. Sem um bom roupeiro, estamos arruinados", explicou o técnico português, em declarações ao ‘mail online’.

"Toda a gente é importante. Espero poder ganhar o prémio outra vez. Na próxima oportunidade, vou dá-lo ao pessoal da cozinha", acrescentou.

Nuno Espírito Santo realçou ainda a importância de ouvir os jogadores e como mantém a ordem sem “as tradicionais multas”.

"Se um jogador chega atrasado ao treino, esperamos por ele. Em vez de o multarmos em mil libras, pergunto-lhe o que aconteceu na vida dele para que tivéssemos de esperar. Como jogador, cheguei atrasado, muitas vezes. O trânsito está mau, o que vamos fazer? Um milagre? Às vezes acontece. Se um jogador tem um acidente no trânsito, se a mulher ou filhos estão doentes, têm de ir para o hospital, vamos dizer que não queremos saber? Temos de ser razoáveis. Primeiro ouvimos, depois decidimos", rematou.