Internacional

Mistério dos bebés sem braços em França continua por desvendar

Ministra da saúde manda abrir nova investigação

Pelo menos 14 bebés nasceram com malformações nos membros superiores, em alguns casos nasceram mesmo sem braços, nos últimos anos em três regiões de França.

O governo francês mandou fazer um inquérito sobre a situação, mas como a agência de saúde pública francesa não conseguiu encontrar razão que explicasse o número, a ministra da saúde pediu nova investigação.

“Não podemos ficar satisfeitos ao dizer que não encontrámos qualquer causa. É insuportável”, declarou a ministra da Saúde numa entrevista ao programa Grand Jury, da RTL.

Na região de Ain foram registados entre 2009 e 2017 sete casos de bebés que nasceram sem braços, no Loire Atlantique houve três casos entre 2007 e 2008 e na Bretanha ocorreram quatro nascimentos entre 2011 e 2013.

Na primeira investigação, a agência de saúde pública francesa tinha chegado à conclusão que o número de casos em Ain, sete em oito anos, não era estatisticamente superior à média nacional. Por outro lado, os dados sobre Loire-Atlantique, três situações no espaço de um ano, e Bretanha, quatro registos em 24 meses, revelam um número anormal que permanece por explicar.

Segundo os dados do Ministério da Saúde francês, entre 80 e 100 crianças que nascem em França por ano têm malformações nos membros.