Politica

Marcelo sobre livro de Cavaco: "Não comento agora e não comentarei até ao fim da minha vida"

O chefe de Estado garantiu que não comenta ex-presidentes nem futuros presidentes, como também não comenta ex-primeiros-ministros e futuros primeiros-ministros

Marcelo Rebelo de Sousa declarou esta terça-feira que não comentará “até ao fim” da sua vida nem antigos, nem futuros presidentes, confrontado com as memórias de Aníbal Cavaco Silva.

"Não comento agora e não comentarei até ao fim da minha vida", disse o Presidente da República, em resposta aos jornalistas, à margem de um seminário na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, em que também participou o rei Philippe da Bélgica.

Cavaco Silva apresentará na próxima quarta-feira o segundo volume do livro “Quintas-feiras e outros dias”. Questionado se o irá ler, Marcelo respondeu depois de um momento de silêncio: “Não comento nada”, declarou, recusando posteriormente a tecer comentários sobre “ex-presidentes e futuros Presidentes da República”.

O chefe de Estado reiterou que não comenta ex-presidentes nem futuros presidentes, como também não comenta ex-primeiros-ministros e futuros primeiros-ministros.