Internacional

“Orçamento foi feito para os italianos, não para Bruxelas”

Itália responde à Comissão Europeia

Os italianos viram hoje a Comissão Europeia chumbar a proposta do orçamento italiano, mas afirma que não o recebeu sem surpresa: “O orçamento foi feito para os italianos, não para Bruxelas”, disse o vice primeiro-ministro, Luigi Di Maio, afirmando ainda que vai responder a Bruxelas no prazo estabelecido de três semanas.

No entanto, o governante diz que a única forma de reduzir o endividamento é impulsionando o crescimento, escreve a Reuters.

Esta é a primeira vez que o orçamento de Itália não agrada à União Europeia e, na sua conta do Twitter, o primeiro-ministro deixou uma opinião sobre o assunto. “Não me admiro: é o primeiro orçamento italiano escrito em Roma e não em Bruxelas!“, escreveu.


Também no Facebook fez questão de deixar uma publicação sobre o assunto. “Com os danos que tinham sido causados pelos anteriores, não podíamos, certamente, continuar com as suas políticas. Continuaremos a informar a Comissão Europeia daquilo que queremos fazer com respeito. Mas tem que haver igualmente respeito para com o povo italiano e para com o Governo que o representa“.