Sociedade

PJ investiga lojas chinesas de grande dimensão em todo o país

Em causa está a “Operação Albare” que desmantelou uma rede chinesa de fuga ao fisco em Vila do Conde e estende agora a investigação a várias outras lojas de norte a sul do país.

A Polícia Judiciária (PJ) e a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) estão a investigar várias lojas chinesas de grande dimensão em todo o país, escreve o jornal Económico.

Esta semana, no âmbito da “Operação Albare”, foram detidos oito empresários chineses, e agora a PJ está a realizar uma investigação de norte a sul do país após ter sido desmantelada uma rede responsável por transferências de cerca de 40 milhões de euros - não declarados ao Fisco - para a China: um esquema de lavagem de dinheiro na ‘Chinatown’ de Vila do Conde.

De acordo com fonte próxima do processo, em declarações ao mesmo jornal, a investigação “incide também nas grandes lojas chinesas de norte a sul do país”, sendo que algumas“estão já a ser alvo de acompanhamento interno por parte da AT ao nível do cumprimento das obrigações tributárias, monitorizando a sua atividade económica e comportamento fiscal”.

Em causa está um inquérito que começou por incidir nos estabelecimentos comerciais da zona industrial da Varziela, em Vila do Conde, conhecida como ‘Chinatown’.