Vida

Jordan sofria de bullying, o pai decidiu agir e comoveu a Internet | Vídeo

Ao invés de agir com raiva, Aubrey decidiu ser racional e fez o que ninguém estava à espera

DR  

Jordan sofria de bullying na escola por parte de um colega mais velho e a forma encontrada pelo seu pai, Aubrey Fontenot, para resolver o problema está a comover as pessoas um pouco por todo o mundo. Ao invés de agir com raiva, Aubrey decidiu ser racional e fez o que ninguém estava à espera.

Jordan já havia sofrido de bullying anteriormente. No início do ano o pai foi à escola e tentou resolver a situação. Contudo, a história repetiu-se e depois de saber que o filho havia ficado sem telemóvel, Aubrey tentou falar com a polícia e o diretor da escola, mas percebeu que só ele ia conseguir ajudar o filho.

"Eu disse ao rapaz que se ele entregasse o telemóvel ao meu filho que ficava tudo bem. Mas ele disse que o telefone já estava na posse de outra pessoa.”, começou por contar em entrevista ao ‘Good Morning America’. “Acabou por ser suspenso por um dia da escola. E eu sugeri que ele passasse esse dia comigo", acrescentou.

"Levei-o a fazer compras e ofereci-lhe algumas roupas. Falei com ele sobre moral, valores e respeito próprio. Ele não era muito falador mas eu consegui que se abrisse comigo", explicou.

No fim, Aubrey decidiu juntar o filho e o agressor para uma conversa com o objetivo destes se tornarem amigos.

"Fiz com que eles conversassem sobre o que aconteceu e no final disse-lhes: 'O que lá vai, lá vai. A partir de agora vocês são irmãos e vão-se proteger um ao outro'", rematou.

Veja o vídeo.