Sociedade

Técnicos de diagnóstico e terapêutica estão hoje em greve

Funcionários estão greve desde as 00h00 desta segunda-feira

Esta segunda-feira, os técnicos de diagnóstico e terapêutica iniciaram, pelas 00h00, uma greve de 24 horas, para exigir a revisão da carreira.

Além disso, vão também realizar uma manifestação em frente à Assembleia da República. São esperados milhares de trabalhadores, avisam os sindicatos.

Esta já é a quarta greve deste ano, e o funcionários protestam contra as "últimas propostas apresentadas pelo Governo, que não vão ao encontro da reivindicação deste grupo profissional, relativamente à regulamentação da carreira", avançou à Lusa o presidente do Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica, Luís Dupont. 

Segundo indicam os sindicatos, esta greve deverá afetar todos os serviços de saúde, com "especial incidência" nos blocos operatórios, altas e internamentos hospitalares, diagnósticos diferenciados, planos terapêuticos em curso e distribuição de medicamentos.

O dirigente sindical diz que a manifestação "tem condições para superar a última manifestação realizada a 24 de maio em frente ao Parlamento e que foi uma das maiores alguma vez realizada por este grupo profissional".

Recorde-se que a greve foi convocado pelo Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica, pelo Sindicato dos Técnicos Superiores de Diagnóstico e Terapêutica, pelo Sindicato dos Fisioterapeutas Portugueses e pelo Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública e de Entidades com fins públicos.