Sociedade

Greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica com adesão entre 85 e 90%

Dados dão conta de que em alguns hospitais havia serviços com adesão total.


A greve dos técnicos de diagnóstico e terapêutica, que começou às 00h0 desta segunda-feira, a meio da manhã estava com um nível de adesão que rondava os 85 a 90%. No entanto, em alguns hospitais havia serviços com adesão total.

De acordo com o responsável do Sindicato Nacional dos Técnicos Superiores de Saúde das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica, Luís Dupont, em declarações à Lusa, "há serviços com adesão a 100%, apenas com serviços mínimos, como a imagiologia do Hospital de S. José".

Além do S.José, também o Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia e o Centro Hospitalar do Algarve estão com adesão de 100%. "Há serviços de análise, imagiologia e cardiopneumologia em que temos adesões que rondam os 100% e em que se cumprem apenas os serviços mínimos", afirmou o responsável.

"O que nos faz estar em protesto é o facto deste processo negocial não ver o seu fim, porque não há acordo entre sindicato e Governo", disse ainda o responsável.

Luís Dupont esclareceu ainda à Lusa que o sindicato já pediu uma audiência com caráter urgente à nova ministra da Saúde, Marta Temido.

Recorde-se que os técnicos de diagnóstico exigem a revisão da carreira.